Compartilhar

Foi feita uma pesquisa e ficou comprovado por uma faculdade norte-americana localizada na Filadélfia, que as bactérias adoram a cozinha, lá encontram o ambiente ideal para se multiplicarem, principalmente em áreas como tábua, esponja, geladeira e pia.

E nesse artigo que veremos quais as precauções que devemos tomar para tornar nossa cozinha um local limpo. Para tal, seguiremos os conselhos de uma das maiores autoridades em saúde pública, o biomédico brasileiro Roberto Figueiredo.

Dicas Valiosas!!

  1. Pia:

Ao longo da investigação, contatou-se em mais de 40% das pias, a presença da bactéria Escherichia Coli, umas das maiores causadoras das intoxicações alimentares. Roberto Figueiredo explica que por ser um local que está quase sempre úmido e com sobras de comida é propício para o desenvolvimento delas. Portanto todos os objetos que colocamos em contato com essa água podem se contaminar. O conselho que ele nos dá é de que procuremos manter o espaço sempre seco, passando panos que não acumulem água.

2. Geladeira:

Estudiosos perceberam que uma das maiores causadoras de contaminação nessa área é a carne. Portanto é crucial criar o hábito da higienização da geladeira. Mais uma vez contamos com a ajuda do aclamado microbiologista Roberto Figueiredo que nos aconselha a:

  •  Todo o mês, retirar a geladeira da tomada, deixar descongelar com todos os alimentos do lado de fora (tente fazer isso no final do mês quando a geladeira não estiver tão cheia);
  • Juntar 10 gotas de detergente de louça com 1 litro de água e esfregar com um pano por dentro e fora da geladeira;
  • Juntar em um frasco 1 copo de água com e copo de vinagre branco, esfregar com um pano por dentro e fora da geladeira;
  • Depois pegar um novo pano úmido e esfregar em toda a geladeira;
  • Misturar um copo de água pela metade com 100g de bicarbonato de sódio e passar na parte de dentro da geladeira;
  • Ao fim, ele recomenda colocar no interior da geladeira um pote sem tampa com um pouco de bicarbonato de sódio. E é isso, sua geladeira estará pronta para receber seus alimentos.

3. Tábua:

Mais de 20% das tábuas analisadas não estavam limpas e quase 80% tinham buracos e fissuras que ajudavam no acúmulo de impurezas. Figueiredo diz que uma das piores tábuas para se utilizar são as de madeira, que absorvem muita água e por isso ficam quase sempre molhadas elevando consideravelmente a quantidade de bactérias. Além disso, ele nos dá mais alguns concelhos a respeito desse utensílio:

  • Procure usar tábuas plásticas e as separe por cores de acordo com o tipo de alimento que irá utilizar. Exemplo: amarela para legumes e vegetais, azul para carnes e branca para frutas;
  • Quando for limpar, dê preferência para esponjas mais maleáveis, utilize detergente de louça e água. Porém, para uma limpeza mais eficaz, ele aconselha deixar de molho com vinagre ou em água sanitária bem dissolvida em água. É importante deixar secar bem e se você notar que a tábua apresenta muitas fissuras, troque-a. Caso ela esteja manchada, o limão pode ajudar, basta pegar um, cortar ao meio e esfregar bem que elas irão sumir;

Essas dicas servem tanto para as tábuas de plástico quanto para as de vidro.

4. Esponja:

Os cientistas descobriram que mais de 60% das esponjas apresentam bactérias e o perigo aumenta mais quando a esponja é usada para para a limpeza dos demais locais da cozinha como a própria pia, o fogão, a geladeira, entre outros levando as bactérias presentes na esponja consigo. O ideal é trocar a esponja a cada semana, mas pode ser que fique muito caro. A fim de prevenir essa disseminação, o microbiologista nos ensina como eliminar as impurezas e bactérias:

  • Pegue uma panela e ponha a esponja, encha de água e acrescente uma colher de sopa de vinagre, deixe ferver, isso irá eliminar as bactérias;
  • Outra dica é lavar a esponja com detergente até que ela fique limpa e não faça mais espuma, após isso cubra-a com papel toalha, coloque num prato e leve ao micro-ondas em alta potência por 5 minutos. Não a retire de imediato pois estará quente, espere que ela resfrie um pouco;
  • Você também pode deixar sua esponja de molho em 1L de água, juntando a ela duas colheres de água sanitária, deixe agir por até dez minutos, enxágue bem e deixe secar.

Temos certeza de que seguindo esses passos a sua cozinha ficará bem mais protegida!

E que tal as dicas? Gostou? Então compartilhe com seus amigos!